Bem-vindo, Visitante
Nome do utilizador: Senha: Memorizar
Montagens Electrónica

TÓPICO: Regulador de luz / velocidade

Regulador de luz / velocidade 23 Jun. 2020 11:27 #1

  • hamn
  • Avatar de hamn
  • DESLIGADO
  • membro há mais de 2 anos
  • pt  
  • Mensagens: 16
No esquema do dimmer do site, refere que suporta uma carga de 300W sem dissipação.
- Quais os valores do Diac no esquema?
- Que componentes são necessários para suportar uma carga maior, por exemplo de 1600W?
- É necessária alguma alteração aos outros componentes para esse caso?
- Como se determina o tamanho do dissipador a usar no Triac?
- Que Triac usar para uma tensão de comutação maior?
- A snubber network pode ser colocada em paralelo com o Triac em vez de ser na carga?

Regulador de luz / velocidade 23 Jun. 2020 18:38 #2

  • Rui
  • Avatar de Rui
  • DESLIGADO
  • adminmembro há mais de 13 anos
  • pt  
  • Mensagens: 5815
  • Agradecimentos 1204
Quais os valores do Diac no esquema?
Existem pelo menos dois esquemas no site com um regulador de intensidade luminosa, qual é o esquema que refere?
Que componentes são necessários para suportar uma carga maior, por exemplo de 1600W?
A carga depende do TRIAC, se o triac for de 10A/600V, num circuito com 220V AC vai suportar 220x10=2200W. No caso do setor ser de 110V AC será 110*10=1100W
Que componentes são necessários para suportar uma carga maior, por exemplo de 1600W?
- Não são necessários alterações aos outros componentes se o gate do triac tiver as mesmas características de disparo. Pode ter que ter um dissipador maior, mas no controlo normalmente não.
Como se determina o tamanho do dissipador a usar no Triac?
- O dissipador destina-se a diminuir a temperatura do conjunto (triac mais dissipador), vai depender do tipo de material da ligação ao componente(por isso se usa pasta térmica e micas para existir uma boa ligação). Grosso modo, quanto maior melhor. Coloca-se o dissipador e verifica-se a temperatura, se for muito elevada mete-se um maior. Atenção que o dissipador do triac é vivo, por isso, dá choque e deve ser isolado eletricamente do restante circuito ou no caso de pequenas potências ficar livre no ar.
Que Triac usar para uma tensão de comutação maior?
Não entendi esta pergunta, pode reformular por favor.
A snubber network pode ser colocada em paralelo com o Triac em vez de ser na carga?
- O snubber destina-se a evitar picos, se estiver na entrada, mesmo que existam vários triacs, o circuito fica protegido. Se o circuito ativar apenas cargas resistivas (lâmpadas incandescentes por exemplo), não precisa do snubber, é realmente necessário quando existe um controlo de cargas indutivas (motores por exemplo)

Funcionamento do triac
Última Edição: 23 Jun. 2020 18:49 por Rui.

Regulador de luz / velocidade 16 Jul. 2020 11:26 #3

  • hamn
  • Avatar de hamn
  • DESLIGADO
  • membro há mais de 2 anos
  • pt  
  • Mensagens: 16
Ok, vamos por partes...
- Em ambos os circuitos não é especificado que Diac é usado;
- O circuito a que eu me referia é o primeiro, mais simples, que de acordo com o datasheet do TIC226D, suporta 8A rms. Que Triac suporta então 10A?
- Como o contacto metálico do Triac é electricamente activo, e nem sempre temos tanto espaço quanto desejamos, há alguma regra básica para determinar a dimensão minima do dissipador em função da potencia comandada?
- Por "tensão de comutação" refiro-me ao "inductive kick" que se desenvolve aos terminais do Triac quando a corrente é interrompida. Daí ter falado também na snubber network para limitar esse pico de tensão. É verdade que é indiferente tanto se a colocamos em derivação com a carga, ou em paralelo com o Triac?

A ideia é fazer um dimmer standard para usar de modo portátil, sem ter de mexer na carga comandada, apenas ligar em série com ela.

Regulador de luz / velocidade 16 Jul. 2020 13:18 #4

  • Rui
  • Avatar de Rui
  • DESLIGADO
  • adminmembro há mais de 13 anos
  • pt  
  • Mensagens: 5815
  • Agradecimentos 1204
hamn escreveu:
Ok, vamos por partes...
- Em ambos os circuitos não é especificado que Diac é usado;
Que corrente temos e que condução precisamos de comutar? temos uma tensão com um pico de +/- 5V e precisamos de que corrente para o triac?
Normalmente para esta aplicação,
Diacs
DB3-202
MKP3V240G
DB3TG

Quando comprar, solicite um diac para o triac que vai adquirir
- O circuito a que eu me referia é o primeiro, mais simples, que de acordo com o datasheet do TIC226D, suporta 8A rms. Que Triac suporta então 10A?
Existem vários triacs, por exemplo, BTA10-600GP (10A), BT138-800 (12A)

Ficheiro anexado:

Nome do Ficheiro: bta10-600gp.pdf
Tamanho do Ficheiro: 147 KB

- Como o contacto metálico do Triac é electricamente activo, e nem sempre temos tanto espaço quanto desejamos, há alguma regra básica para determinar a dimensão minima do dissipador em função da potencia comandada?

A dissipação necessária é dada pelo fabricante.
O componente tem vários parâmetros de temperatura. O mais importante é o Rth(j-c) que, normalmente, é de 2ºC por Watt. Isso significa que, se ligar o dispositivo a um dissipador de calor infinito, aquecerá 2 ºC por watt, ou seja, ficará 12 ºC mais quente para uma dissipação contínua de 6 watts. Com os dados do componente podemos calcular o dissipador. Se compramos um dissipador para 125ºC
125>=(Rth(j-c)+Rth(c-hs)+Rth(hs-a))*P+Ta

Mas, tudo isto deixa de fazer sentido se existir mau acoplamento térmico, maior ou menor ventilação etc etc. Por isso, adquira um dissipador para a caixa do triac(TO220) deixe ligado um tempo com carga máxima, desligue, verifique se está demasiado quente, Vá aumentando o tempo de funcionamento e as condições de ventilação. Aqui fica um catalogo de dissipadores onde o fabricante disponibiliza as formulas. Assim, com os dados do triac, pode calcular ao pormenor o dissipador a usar

Dissipadores - Heatsinks
- Por "tensão de comutação" refiro-me ao "inductive kick" que se desenvolve aos terminais do Triac quando a corrente é interrompida. Daí ter falado também na snubber network para limitar esse pico de tensão. É verdade que é indiferente tanto se a colocamos em derivação com a carga, ou em paralelo com o Triac?

Conforme referi, para utilização apenas com cargas resistivas, não é importante a necessidade de filtro, o mesmo não acontece em circuitos indutivos.
Última Edição: 16 Jul. 2020 13:24 por Rui. Motivo: colocação link para o catalogo dos dissipadores

Regulador de luz / velocidade 13 Ago. 2020 09:03 #5

  • hamn
  • Avatar de hamn
  • DESLIGADO
  • membro há mais de 2 anos
  • pt  
  • Mensagens: 16
Já agora, como determinar os valores de R e de C da snubber network para cargas indutivas?
O pico de tensão atingido no condensador ( desprezando a presença da resistência ) é dado por
I*raiz_quadrada(L/C), em que I é o valor instantâneo da corrente interrompida; L é a indutância da bobine; C é o valor do condensador.
A função da resistência é limitar a corrente de descarga do condensador, bem como funcionar como atenuador da oscilação gerada pelo circuito L//C formado desse modo.
Teoricamente, parte da energia que se iria acumular no condensador, vai-se dissipar na forma de calor na resistencia, baixando assim a tensão aos terminais do condensador.
Na prática, vai haver um valor de R acima do qual a tensão desenvolvida aos terminais da malha RC vai subir também, determinando assim o valor de R para aqueles valores de L e C.
O melhor mesmo é usar um simulador de circuitos eléctricos...

Regulador de luz / velocidade 20 Nov. 2020 12:58 #6

  • hamn
  • Avatar de hamn
  • DESLIGADO
  • membro há mais de 2 anos
  • pt  
  • Mensagens: 16
Estive às voltas com um simulador, e se percebi bem, quanto mais baixa for a tensão da Gate, mais cedo o triac entra em condução, certo? Assim sendo, alguém sabe dizer-me qual é o triac com o menor valor para uma corrente de 12A ?

Pesquisar Esquemas | Dicas Defeito - Avarias | Equivalência Componentes | Modelo v Chassis | Service Mode |