Bem-vindo, Visitante
Nome do utilizador: Senha: Memorizar
Ferramentas e aparelhos de medida

TÓPICO: Restauração de osciloscópio Philips PM3206

Restauração de osciloscópio Philips PM3206 26 Mar. 2019 12:43 #1

  • joydivision
  • Avatar de joydivision
  • DESLIGADO
  • pt  
  • Mensagens: 4
  • Agradecimentos 3
Boas!

Venho aqui partilhar convosco o meu mais recente projecto que concluí, pelo menos parece-me que tenha sido com sucesso: a restauração de um osciloscópio. Isto é, não era suposto que fosse - comprei-o no Ebay como perfeitamente funcional e bem conservado e de facto chegou assim. Mas após 20 minutos a funcionar, fez "Puf" e saiu fumo cinzento e cheirou a queimado. Desliguei-o imediatamente (de notar nunca deixou de mostrar o sinal no ecrã até eu o desligar). Suspeitei imediatamente que tivesse queimado um condensador, devido à idade (é de 1986) e fui arranjar o service manual (se alguém precisar, posso enviar por e-mail) e abri-o. Encontrei rapidamente o culpado, para minha surpresa não era um condensador electrolítico mas sim um de filtragem de rede X2 (depois vim a encontrar na net a informação de que esses condensadores usados nestes osciloscópios da Philips e algumas outras marcas são particularmente ruins e passado uns quantos anos, literalmente acabam por explodir). Como não tinha nenhum e tinha que fazer uma encomenda, decidi encomendar logo os condensadores electrolíticos e fazer um "recapping" completo, pois com essa idade poderia vir a haver mais problemas no futuro. Dito e feito, lá comecei a desmontar tudo quando tinha as peças. A desmontagem revelou ser um pesadelo (e a montagem mais tarde também!). Apesar de seguir todos os passos, tive de cortar cabos e retirar à força (acabando por partir, mas resolvi isso mais tarde com cola quente, ficou seguro) o encaixe de prensar do cabo da alimentação eléctrica, pois não queria sair nem por nada. Detesto trabalhar assim, mas não tive alternativa, estes osciloscópios não foram realmente feitos para serem desmontados muitas vezes, são de uma gama de entrada e a manutenção mais frequente, tal como a calibragem, pode ser feita sem desmontar as placas. Mas como eu queria substituir todos os condensadores electrolíticos...
No fim lá consegui e também consegui voltar a montar tudo como deve ser. E ao ligar, funcionou à primeira. Fiz toda uma série de testes e funciona impecavelmente e aparenta estar bem calibrado (se bem que para ter a certeza absoluta precisaria de um segundo osciloscópio de referência). Tem trabalhado regularmente e não deu nenhum problema até agora. Como está mesmo muito bem conservado e veio na caixa de alumínio original com todos os acessórios originais (manuais e pontas de prova), estou muito contente com o que arranjei.
Junto algumas fotos do resultado (interior, já com os novos condensadores) e em funcionamento, recorrendo a um gerador de funções DDR da China (por acaso são bem porreiros, pelo menos para o preço ridicularmente baixo!) para ter sinais variados.

Reparei no entanto em duas pequeninas coisas que gostava de ouvir opiniões:
- Quando coloco a base de tempo em "ms", o traço no ecrã fica muito menos brilhante (ao ponto de ser demasiado fraco quase) do que com "us" como base de tempo. Isso será normal? É só o meu primeiro osciloscópio analógico, não tenho como comparar. O traço está brilhante e forte o suficiente na base de tempo de microsegundos em praticamente todas as configurações, mas se puser em milisegundos, realmente fica bastante fraco, especialmente se ainda usar o "X5" para fazer "zoom". Noto em geral que tenho que regular a intensidade do traço sempre nos 3/4, evitando colocar no máximo, claro, para não arriscar danos a longo prazo. Será que é uma falta de luminosidade / potência generalizada? E se sim, porquê? Alguém sabe? Ele está estável e funciona bem e não aquece muito.
- O transformador é bastante barulhento. Pesquisei na net e parece que os transformadores muito antigos podem ficar com as lâminas meio "soltas", fazendo com que o "buzz" da frequência da rede seja amplificado de forma acústica pela vibração das placas. Suponho que seja mesmo isso, porque não há sinais de consumo de corrente excessiva - não aquece muito e estiver a medir a consumo da rede com um multímetro e corresponde quase exactamente ao valor indicado no service manual. Suponho que seja normal então, certo? Ou poderá mesmo assim haver alguma cena menos perfeita, eventualmente ligada à questão da intensidade do traço indicada acima?

Obrigado desde já por opiniões, comentários e espero que seja interessante para alguns de vocês.

Restauração:

DSC_1687_.jpg


DSC_1688_.jpg


Em funcionamento:


DSC_1801_.jpg


DSC_1802_.jpg


DSC_1805_.jpg


A tal diferença de intensidade reportada acima:

DSC_1807_.jpg


DSC_1808_.jpg
Os seguintes utilizadores Agradeceram: Rui, edremit

Restauração de osciloscópio Philips PM3206 27 Mar. 2019 10:07 #2

  • edremit
  • Avatar de edremit
  • DESLIGADO
  • membro com conhecimentos técnicos de electronicamembro há mais de 5 anos top50 em número de mensagens
  • tr  
  • Mensagens: 323
  • Agradecimentos 90
PHILIPS PM 3206 Osciloscopıo Scheme.
Anexos:
Os seguintes utilizadores Agradeceram: Rui

Restauração de osciloscópio Philips PM3206 27 Mar. 2019 21:58 #3

  • joydivision
  • Avatar de joydivision
  • DESLIGADO
  • pt  
  • Mensagens: 4
  • Agradecimentos 3
Obrigado edremit, mas já tenho o service manual, é o mesmo ficheiro. Mas certamente poderá ser útil a quem visitar este tópico B)

Restauração de osciloscópio Philips PM3206 24 Ago. 2019 17:27 #4

  • Will949
  • Avatar de Will949
  • DESLIGADO
  • br  
  • Mensagens: 4
  • Agradecimentos 1
:( Boa Tarde... Já aconteceu comigo com um osciloscópio Minipa 20x20MHz.... Ao girar a chave para tempos menores (uS,nS) onde o TRC apresentou uma sombra do sinal medido... Nesse osciloscópio constatei a banda de passagem de frequência horizontal, ( trigger ) com resposta bastante atenuada nas bases de tempo em micro e nanosegundos. Troquei o par de excitadores da deflexão horizontal e apesar da idade do osciloscópio a resposta chegou quase no limite de fábrica.
:( Outro caso me aconteceu com um Minipa MO-1102 duplo canal, duas varreduras e 100 x 100MHz. Consertei a geradora de Alta tensão (12KV ), troquei os 4 transistores da saída vertical por originais. Quando em funcionamento o sinal medido apesentou-se quase normal de brilho porém em alta freqûencia e em nanosegundos o traço quase desaparecia. Neste caso era o TRC esgotado. Troquei o mesmo e ficou perfeito.

Pesquisar Esquemas | Dicas Defeito - Avarias | Equivalência Componentes | Modelo v Chassis | Service Mode |