Bem-vindo, Visitante
Nome do utilizador: Senha: Memorizar
EELETRONICA AUTO

TÓPICO: Cuidados na troca de ECU(Centralina)

Cuidados na troca de ECU(Centralina) 23 Ago. 2017 16:37 #1

  • zarb
  • Avatar de zarb
  • DESLIGADO
  • membro com conhecimentos técnicos de electronicamembro há mais de 10 anos
  • pt  
  • Mensagens: 130
  • Agradecimentos 28
Cuidados na troca de ECU(Centralina)

Procure ter certeza que o problema esta ocorrendo realmente na central ou se a central
faz parte do sistema do veículo antes de efetuar a troca por uma central errada, os passos
abaixo ajudam a realizar uma verificação em certos casos:
VEÍCULOS DE LEILÃO: A grande maioria dos veículos vem sem funcionar e deve ser feita a
completa verificação da parte elétrica do veículo, comunicação da central, imobilizador e
ignição se há cabo solto ou fora do lugar, confirmar se os componentes ECU e
imobilizador fazem parte do veículo nem sempre as peças de um veículo vindo de leilão
estão corretas ao uso no veículo e ocorrem casos que são substituídas por outras que não
fazem parte do sistema do veículo impossibilitando assim seu funcionamento e é
importante fazer confirmação da compatibilidade de ECU e imobilizador com o modelo e
ano de fabricação do veículo antes de realizar qualquer troca para que não efetue a troca
errada e não possibilite o funcionamento do veículo.
VEÍCULOS BATIDO: Fazer uma completa verificação da parte elétrica do veículo,
comunicação da central, imobilizador e ignição se há cabo solto ou fora do lugar,
confirmação da qualidade de cada componente do sistema do veículo para identificação
de não ter sido danificado na batida. E um exemplo comum que acontece que o cliente
relata e se precipita a dizer que a chave não realiza a partida no veículo e diz que a chave
se descodificou, isso não acontece em função a chave descodificar, a chave não se
descodifica e o erro esta no veículo que se danificou na batida e não faz a comunicação
para realizar a partida do veículo.
CENTRAL NÃO COMPATÍVEL COM O VEÍCULO: É comum de acontecer nem todas as
centrais vem com sua especificação e nem sempre é possível identificá-las e em alguns
casos centrais que não fazem parte do veículo e que são trocadas por outras são enviadas
junto é comum de acontecer em veículos vindos de leilão, para evitar utilizar uma central
errada é importante ter uma confirmação de qual central o veículo utiliza sabendo qual
seu modelo e ano de fabricação e ao trocar a central do veículo ter a garantia de que a
central a ser utilizada no veículo esteja em bom estado e funcionando para a adaptação
com o imobilizador e funcionamento do veículo.
CENTRAIS NÃO FUNCIONANDO: A maioria das centrais que é trocada são encontradas e
adquiridas em ferro-velho e não há garantia de qualidade que esteja em bom estado e em
funcionamento e ao tentar utilizá-la no veículo acaba não funcionando, se possível faça o
teste no veículo com mais de uma central para confirmação se realmente o problema é na
central que foi adquirida.
Os cuidados acima devidamente realizados, leitura de senha de ECU, reset de ECU, programação de ECU, compatibilidade do kit imobilizador e ECU e a qualidade no funcionamento do
veículo.
Reparação de electrónica domestica e industrial,automóvel
Os seguintes utilizadores Agradeceram: Rui, zurca1599, Electrohd

Pesquisar Esquemas | Dicas Defeito - Avarias | Equivalência Componentes | Modelo v Chassis | Service Mode |